" "

"Quando a escola progride, tudo progride!". (Martinho Lutero).

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Temos Copa! E agora?


Juro que se dependesse de mim a decisão de receber a copa aqui em nosso país, não seria agora. Eu enviaria nosso time para disputar a taça em qualquer outro lugar do mundo e trataria de arrumar a casa antes. Inverteria a ordem das coisas e não tentaria construir nenhuma estrutura às pressas por causa de um evento; reveria minhas prioridades e somente o traria depois que o país tivesse prontos em padrão de excelência, os hospitais, as escolas, as creches, as estradas, os portos, aeroportos, segurança pública e outros itens bem mais urgentes.

Confesso que faria uma festa de abertura diferente, com mais destaque para o cadeirante que utilizando tecnologia nacional, conseguiu levantar e chutar a bola. Assim fazendo, mostraria aos nossos jovens que, além dos esportes, existem outras áreas nas quais eles e nossa nação podem se destacar.

Mais que isso, eu trocaria aquela música que foi cantada por Jennifer Lopez, Pit Bull e Claudia Leite e teria dado a eles algo mais envolvente. Nós temos gente capaz de fazer algo melhor! Até mesmo aquela musiquinha da Globo (... é taça na raça...), além de ter o povo cantando junto, teria soado melhor!

Em termos de figurinos e coreografias eu teria dispensado a produção importada e teria conversado com os carnavalescos da Sapucaí. Penso que eles certamente fariam algo mil vezes mais interessante!

Mas nada disso depende de um cidadão comum. O fato é que apesar de todos os protestos, a Copa está aí. Que fazer, então?

Receba bem os turistas – Além de serem seres humanos dignos de nosso respeito, eles estão deixando parte do dinheiro deles com nosso pessoal da hotelaria, com nossos taxistas, , nossos restaurantes, os vendedores de água de coco, a mulher da tapioca etc.

Fique longe dos vândalos – Não abra mão de seu direito constitucional de expressar sua opinião contra ou a favor, mas fique bem longe dos baderneiros. Quem sai de casa mascarado com a intenção de depredar patrimônio alheio público ou privado é criminoso, dever ser evitado pelo cidadão de bem e contido pela polícia.

Torça pelo Brasil – Se você não gosta de futebol, não assista aos jogos. Mas se é daqueles que são apaixonados pela camisa amarela, reúna a família e os amigos e curta com eles as jogadas de nossa seleção.

Ah, só mais uma coisa! Ao terminar a Copa, retome a cobrança por hospitais, escolas, creches, estradas, portos, aeroportos, segurança pública, punição dos corruptos e outros itens que continuarão sendo urgentes. E quando as eleições chegarem, pense bem antes de votar.

Humberto de Lima

Mais lidas na semana