" "

"Eu penso que patriotismo é como caridade - Começa em casa!". (Henry James).

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Quimera


É como o mar, o mar, o mar azul,
Que é tão bonito e até me faz sonhar.
Sempre me atrai, pra si me faz correr,
E já faz parte do meu desejar.

É como o mar, o mar, o mar profundo,
Cujos mistérios eu não sei desvendar.
Sempre mistura certezas e dúvidas,
Criando em mim um eterno perguntar.

É como o mar, o mar, o mar distante,
Longe de mim e bem perto do céu.
Sempre me faz nadar, boiar cansado,
Fico à deriva, sinto- me ao léu.
Humberto de Lima

Um comentário:

Francinaldo Nascimento disse...

Quando vi o mar a primeira vez fiquei muito extasiado, toda aquela imensidão me causou uma sensação de bem estar maravilhosa. Eu precisava disfarçar para que não percebessem que era meu primeiro contato, e olha que eu tinha meus 13anos, mas havia o orgulho ou timidez de transparecer isso. Seu horizonte é fascinante e nos traz referência pra medirmos altitude pra qualquer parte do planeta, como ponto Zenite que se liga ao sol.Curto muito mais pra olhar-lo,mas gosto de brincar mais na praia com amigos e uma bola,mas quando aumenta o calor aprecio um belo mergulho.
Ele sempre me atrai,me traz de volta e me renova.Tem um pequeno trecho de alguns dos meus versos que diz o seguinte:"Se espalha no ar,um sonho um lugar,reflexo talvez e tudo que invade de vez", assim é o momento em que nos encontramos,é como o inicio de uma paixão ou começo de um lugar, de um xero,de uma emoção,com Jesus, com um amor, com uma canção, com um perfume. Uma música linda me faz lembrar o mar,ela se chama "Vento no litoral" de Legião Urbana, recomendo a quem quiser viajar nessa melodia linda e de muita emoção.

Mais lidas na semana