" "

"Quando a escola progride, tudo progride!". (Martinho Lutero).

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Manhã de Segunda.



O homem cansado dormiu e acordou menino;
Quer conversar com o ócio,
Quer paquerar a solitude.
Mas numa porta o galo pede milho,
E na outra porta o caminhão vem buscar o lixo.

O homem-menino acordado precisa de um tempo;
Necessita de um espaço pra ser só menino.
Mas quase tudo o tempo todo lhe diz: - Também és homem,
Com todos os limites que um homem tem!

Então, o homem-menino acordado suspira:
- Posso ter asas e outra vez brincar nos sonhos de ontem à noite?
E o vento cúmplice cicia em seus ouvidos:
- Sim, tu és poeta!
 
Humberto de Lima


Um comentário:

Cynthia Rodrigues disse...

Humbertão, amigo! Quanta saudade das tuas poesias! Tem dias que a gnt acorda meio assim, né? Meio adulto, meio criança... que bom no fim tudo vira poesia! Bjs!

Mais lidas na semana