" "

"Eu penso que patriotismo é como caridade - Começa em casa!". (Henry James).

sábado, 19 de setembro de 2009

A chegada do doutor

Lembro como se tivesse acontecido hoje. Eu estava jogando bola de gude quando avisaram que o doutor iria chegar à ilha; foi um frenesi! Mulheres se agitaram, os homens fizeram uma roda para conversar sobre o assunto e as crianças logo se encarregaram de divulgar o lugar onde o homem atenderia ao povo.
.
Curioso, eu também queria ir lá para ver que novidade era aquela. À noite, acompanhei alguns adultos  da família e, na hora marcada, cheguei ao local da reunião. A dona da casa, com ares de gente importante, controlava a entrada das pessoas.
.
- Menino fica brincando do lado de fora! Me entreguem o tito! Preciso ver o tito de eleitor!
.
Sem entender o que estava acontecendo, fiquei mais curioso e dei um jeito de ir logo entrando. Passei pelo terraço apinhado de gente e fui parar numa sala que tinha mais gente ainda. Em cima de uma mesa grande, ví vários cortes de tecido, sobre os quais as mulheres iam colocando cartões cor de terra, que mais tarde descobri ser o tal tito cobrado lá na porta. Sentado, ao lado da mesa, estava um sujeito alto, cabelo com brilhantina e paletó azul marinho.

Lá pras tantas, a anfitriã apresentou o homem, disse que ele iria falar e o povo foi logo aplaudindo. Fiquei ali quietinho, vendo tudo num canto de parede.
.
O individuo levantou-se, desejou boa noite e começou sua fala. Observei que de pé, ele ficava três vezes maior. E foi falando, falando, falando...
.
Explicou que para ganhar um corte de fazenda, o dono de cada título deveria votar nele e colar um retrato dele em casa, na parede da frente. A maioria dos presentes acenou afirmativamente.
.
- Dotô! Exclamou uma senhora, levantando a mão.
.
- Eu preciso cobrir minha casinha de palha mas num tenho dinheiro pra comprar as telhas...
.
Houve um burburinho geral, várias pessoas tentaram falar ao mesmo tempo, mas o cara não perdeu o controle da situação. Com um aceno seguido de fala mansa, ele retomou a palavra, dizendo que esse tipo de pedido seria anotado no caderno para ser atendido logo depois da eleição.
.
Findo o discurso, um a um, os documentos foram devolvidos ao povo, juntamente com as peças de pano, seguidos de palmas, como numa cerimônia de entrega de certificados; e, uma mulher magra começou a anotar os pedidos do pessoal.
.
- Peçam como quem pede a Deus! - Falou um bêbado que estava sentado no chão por falta de cadeira suficiente.
.Saí de fininho e fui para a cozinha, onde o doutor, agora sem paletó, estava jantando com os seus acompanhantes, noutra mesa que de tudo tinha. Confesso que senti água na boca ao ver o camarão e aquele caranguejo ao molho de coco, mas voltei pra casa sem participar daquela comilança e sem ganhar corte de pano.
.
No dia seguinte, perguntei aos vizinhos qual era o trabalho daquele doutor, mas eles não souberam me dizer ao certo. O fato é que depois disso nunca mais o ví de novo.
.
Só depois que eu cresci, pude entender que naquela noite, pela primeira vez, eu havia sido apresentado a um novo mundo, até então desconhecido e cheio de safadezas.
.
Humberto de Lima

Nenhum comentário:

Mais lidas na semana