" "

"Eu penso que patriotismo é como caridade - Começa em casa!". (Henry James).

terça-feira, 12 de maio de 2009

A luta de Amy

Com uma belíssima voz, milhares de álbuns vendidos, muitos prêmios e projeção internacional, a britânica Amy Jade Winehouse chegou ao topo de sua carreira como compositora e cantora de soul, jazz e R&B.

Mas, desde o ano passado, os meios de comunicação ao redor do mundo, começaram a perceber e divulgar os efeitos destrutivos que as drogas estão produzindo em sua saúde física, emocional e profissional. A seqüência de noticias sugere: ou ela luta e vence essa guerra contra a morte ou seus fãs a perderão para sempre!
.
Deste lado de baixo da linha do Equador, fico torcendo para que, com a ajuda de seus parentes e amigos, a cantora de "Love is a losing game" seja uma vencedora no jogo da vida.
.
Enquanto isso, aqui no Brasil, algumas pessoas estão procurando o poder judiciário, com o intuito de obter apoio para a marcha da maconha! No Rio, até o Ministro Carlos Minc, do Meio Ambiente, que foi nomeado para combater as queimadas da amazônia, marchou também, apoiando o fumacê! Eles argumentam que a liberação, dentre outros “benefícios”, aumentará a receita tributária!

Quais são os outros benefícios? Os traficantes de hoje evitarão o pecado da sonegação e se tornarão contribuintes exemplares? O imposto por eles pago será suficiente para que o SUS cuide dos milhões de novos doentes que irão surgir com o aumento da demanda?
.Ou será que depois da legalização, a composição química das drogas será modificada e o veneno vai virar vitamina?
.
Humberto de Lima

Um comentário:

Andréia disse...

Apoiado amigo! O álcool e o cigarro são drogas liberadas, no entanto causam grandes estragos na sociedade.Creio que querem "resolver" um problema criando outro ainda maior. Não quero criar minha filha em uma sociedade em que a maconha é liberada, depois, será a cocaína, crack, etc...quem é a favor da vida, é contra as drogas!Parabéns pelo artigo.

Mais lidas na semana