" "

"Eu penso que patriotismo é como caridade - Começa em casa!". (Henry James).

segunda-feira, 2 de março de 2009

Por que?

Acabo de abrir minha janela e vejo que hoje é dia de chuva neste lado do país. Lá fora, de Norte a Sul, os mexeriqueiros de plantão estão ansiosos por descobrir quem está botando chifres em quem, com quem aquela atriz está saindo, e, quem será o próximo eliminado do Big Brother Brasil. Enquanto isso, eu estou aqui, escrevendo essas coisas. Será que acordei chato demais? Será que estou sendo um brasileiro anormal?
.
É que me peguei fazendo outras perguntas...
.
Por que na televisão aberta o horário nobre é preenchido com novelas, programas de fofocas e reality fool-show?

Por que a policia gosta de dar entrevistas, avisando que está fazendo ou vai fazer uma investigação?

Por que deputados recebem auxílio paletó?

Por que pregadores que anunciam milagres na televisão possuem excelentes planos de saúde?

Por que as escolas públicas não introduzem, a partir do ensino fundamental, uma disciplina chamada CIDADANIA? Por que nossos jovens chegam ao ensino médio sem nunca terem estudado os 10 primeiros capítulos da Constituição?

Por que o governo oferece auxilio maternidade?

Por que a Igreja Católica insiste em combater o controle de natalidade?

Por que ainda não desviaram para o sertão a água que o Rio São Francisco continua derramando dentro do mar?

Por que temos tanto petróleo e continuamos comprando petróleo?

Matéria da Folha Online, de 19/01/2009, revelou: “O lucro do Banco do Brasil em 2008 registrou um crescimento de 74% em relação ao de 2007 e ficou em R$ 8,8 bilhões, estabelecendo um novo recorde”. E eu, irado, pergunto:

Por que os velhinhos de Fagundes são castigados debaixo de sol e chuva, na fila do Banco do Brasil? Por que aos sábados e domingos o povo fagundense precisa viajar trinta kilometros até Campina Grande, em busca de um caixa eletrônico?
.
.
Humberto de Lima
.

Mais lidas na semana