" "

"Eu penso que patriotismo é como caridade - Começa em casa!". (Henry James).

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

A elegante Zú

O nome dela é Zumira. Ela mora na comunidade Ninho da Perua, trabalhava no centro e sempre gostou de passear na praia. Aparentemente, tudo vinha dando certo para ela; pois estava trabalhando e curtindo a vida! O grande problema de Zú é que ela estava queimando etapas em sua obstinada carreira a caminho da elegância.

1. Não queria pagar um cursinho pré-vestibular para não ficar sem o dinheiro de manter a malhação na badalada academia Body Fashion, na orla.
2. No seu barraco, o chão era de terra batida; e, o banheiro era um quadrado de tábuas no fundo do quintal, sobre uma vala que desaguava no córrego, poluindo tudo. Mas, quem passava por aquele beco já via de longe o brilho da TV de 29" iluminando o seu cantinho de apenas dois vãos.
3. A geladeira de Zú parecia com as geleiras do Alasca; a única diferença é que lá no pólo norte você ainda encontra carne de peixes, ursos, focas e outras coisas mais. Mesmo assim, ela só usava roupa “de marca”.

Se achando a mais gostosa do shopping center, Zú circulava pra lá e pra cá, todo fim de semana, exibindo um celular igualzinho ao da patroa. Por falar em telefone, vale acrescentar que ela costumava trocar de modelo com freqüência; pois não queria ficar desatualizada.

Em 2008, aconteceram duas desgraças. A primeira delas foi o estouro da crise econômica mundial, começando lá pelas bandas da terra do Tio Sam. Zú, na época, nem percebeu nada. Estava ocupadíssima em suas horas de folga, gravando e regravando um vídeo, na tentativa de chegar ao Big Brother Brasil. Mas a patroa dela sentiu nos ombros o peso da recessão; e, aí veio a segunda desgraça: Zú foi despedida!

Sem trabalho, sem salário e sem reservas, Zú não poderá mais manter a elegância de sempre e terá dificuldades até para se alimentar (antes ela comia de graça, no local de trabalho). Voltar para a casa dos pais, lá na roça? Nem pensar!

Hoje pela manhã, enquanto gastava os reais vindos do seguro-desemprego, entrou numa lan-house para ver o orkut e ficar por dentro dos últimos “babados”. De repente, começou a ler um e-mail enviado por uma amiga que mora no Sovaco da Cobra, com quem tinha estudado na turma do ensino médio.

- Huum, metida essa Gilda!
.
É que Gilda, embora não seja chique como ela, acaba de terminar a faculdade e já passou num concurso público...


Humberto de Lima

Nenhum comentário:

Mais lidas na semana